Remédios

Conheça os riscos no uso de Medicamentos com Bebidas Alcoólicas e outros Alimentos



As associações entre medicamentos com bebidas alcoólicas podem levar a efeitos indesejados graves, inclusive com risco de morte. O álcool tanto pode potencializar os efeitos de um medicamento quanto neutralizá-lo. Tenha especial atenção No uso de álcool com os seguintes medicamentos :
- Analgésicos, antipiréticos e antiinflamatórios: pode causar perturbações gastrointestinais, úlceras e hemorragias.
- Antidepressivos: diminui os efeitos, pode aumentar a pressão sanguínea.
- Antibióticos: pode causar náuseas, vômitos, dores de cabeça e até convulsões.
- Antidiabéticos: pode causar severa hipoglicemia (baixa glicose).
- Anti-histamínicos, tranqüilizantes, sedativos: pode intensificar o efeito de sonolência e causar vertigens.
- Antiepilépticos: a proteção contra ataques epilépticos é significativamente reduzida.
- Medicamentos cardiovasculares: pode provocar vertigens ou desfalecimento, bem como redução do efeito terapêutico.

Em algumas situações, os medicamentos também interagem com alimentos. Essas interações podem comprometer seriamente o tratamento, potencializando reações adversas ou diminuindo os efeitos terapêuticos dos medicamentos, ocasionando diversos prejuízos à saúde do usuário. Alguns exemplos:
- O efeito da tetraciclinas pode ser anulado pela ingestão com leite.
- Os antiinflamatórios causam irritação no estômago, por isso devem ser administrados junto com as refeições.
- Alimentos gordurosos favorecem a dissolução da griseofulvina (antifúngico), aumentando sua absorção.
- A ingestão excessiva de açúcares em pacientes que fazem uso de antidiabéticos pode dificultar ou impedir a ação dos medicamentos.
- Pacientes hipertensos (pressão alta) devem diminuir o uso de sal nos alimentos.

IMPORTANTE
Prefira sempre tomar o medicamento com água, a menos que seu médico dê outra orientação.

PublicidadeAlopatico e Homeopaticos